Caríssimas Leitoras, Autoras, Colunistas e Leitoras Betas,

A vida é feita de ciclos, e infelizmente hoje, 02/09/2015, o período de existência do ABCLes chega ao fim.

Foram mais de sete anos juntas. Tempo em que construímos não somente um site de Literatura Lésbica, mas um local de fomentação/realização de sonhos, um espaço para o nascimento/solidificação de amizades e um canal para que muitas meninas/mulheres se descobrissem e soubessem que não estavam sozinhas no modo de ser e sentir.

A criação do ABCLes deu-se pela falta, na época, de um lugar onde pudéssemos ter histórias de qualidade escritas por lésbicas e para lésbicas. Pensando nisso, foi proposto o sistema de assinatura de histórias por pacote, e as histórias abertas, que eram gratuitas.

A seção de histórias por assinatura tinha como meta publicar histórias escolhidas a dedo em “qualidade livro”, fechadas e revisadas, com dias de postagens distintos. Parte do lucro com as assinaturas seria para custear a manutenção do site e como incentivo financeiro às autoras, e o restante, investido no lançamento dessas histórias em livros físicos. Já a seção de histórias abertas era livre para que qualquer autora pudesse publicar sua história, contanto que ela estivesse completa e revisada.

Contudo, infelizmente, as coisas não saíram exatamente como planejadas. No caso das assinaturas, tivemos n leitoras assinando e repassando os dados de login para outras tantas mais. Como resultado, muitas pessoas liam as histórias, mas o valor arrecadado com as assinaturas mal cobria os custos de manutenção do site e dava para oferecer alguma compensação financeira às autoras.

Já com relação às histórias abertas, o número de histórias foi crescendo, e com isso, o trabalho que tínhamos para revisar as histórias era gigantesco. Por mais que amassemos o ABCLes, tínhamos uma vida e compromissos além dele, não havia condições de revisarmos (e até mesmo editarmos) textos em período integral.

Devido a esses problemas, o ABCLes aboliu as assinaturas, pois elas falharam em sua meta, não conseguindo, sequer, fazer o suficiente para a publicação física de um livro. E com os problemas das histórias abertas, vimos que seriamos ineficientes em manter o mesmo sistema. Por isso, abdicamos da responsabilidade de cuidarmos das histórias e a repassamos para quem deveriam tê-las desde o início: suas autoras. A partir de então, as autoras seriam responsáveis pela revisão (com ajuda de Leitoras Betas indicadas, se assim quisessem), envio e fechamento da história. O ABCLes seria apenas responsável por ceder o espaço, divulgação e moderar o conteúdo no que diz respeito ao formato e tipo de história.

Mesmo com tropeços, aprendemos muito e o ABCLes prosperou. Cresceu e cresceu. Com isso, também, aumentou a demanda de esforço, tempo e valor monetário empregado para a manutenção do site. Aumentaram, também, as cobranças. Muitas delas, injustas, tendo em vista a enormidade de conteúdo a ser administrado e pelo ABCLes ser um site gratuito.

De um tempo para cá, muitas não valorizavam mais o que o ABCLes tinha de bom a oferecer. Parecia ser nossa obrigação. Não sabiam mais dar sugestões construtivas. O esforço empregado no site nunca era o bastante. Além de culparem a administração por questões que deveriam ser respondidas pelas autoras das histórias.

É cansativo receber cobranças, chacotas e ofensas por algo que você doa, e que aparentemente, não equivale aos altos (e irreais) padrões de algumas pessoas.

No entanto, apesar dos contratempos, o ABCLes se despede orgulhosamente. Feliz por saber que marcou positivamente a vida de tantas mulheres. Feliz pelo bem que fez pelas leitoras e autoras e as portas que abriu para vários talentos.

Feliz por deixar uma linda história e várias lições.

Ciclos chegam ao fim e as coisas nem sempre terminam da maneira que gostaríamos. Entretanto, faz parte do amadurecimento.

Minha eterna gratidão às Leitoras, Autoras, Colunistas e Leitoras Betas, ÀS PESSOAS, quem sempre apoiaram e fizeram esses anos do ABCLes inesquecíveis.

Um grande abraço,
Danieli Hautequest.



PS.: Daqui em diante, não responderei nada referente ao ABCLes via e-mails ou nas redes sociais. O site e minha responsabilidade para com ele terminam aqui. Ponto. Que possamos começar um novo ciclo em paz.

PS.2: Se depois de tudo que foi exposto “alguém se achar no direito” de fazer birra, me difamar, chacotear, me perturbar publicamente ou nas minhas redes sociais, também me “sentirei no direito de acionar a justiça”. Às pessoas que não merecem, desculpem o tom, mas vocês não tem ideia das mensagens/e-mails ridículos que recebi durante os anos.